terça-feira, 28 de setembro de 2010

walk the way.



Nunca ninguém ensinou-me a viver sem o sol, foi por isso que decidi escrever sobre o amor, porque também nunca ninguém me ensinou a viver sem ele, saudades, saudades de ti, saudades de como me fazias sentir, saudades de como eras, saudades de ir dormir e saber que estávamos bem, agora as noites são frias, frias sem tudo isso, saber que não estas mais lá, que na manha seguinte vou acordar e saber que não te tenho como já tive, sinto me perdida sem rumo, passo as noites em branco sem conseguir dormir, a pensar nas saudades, em como gostava que voltasses, a pensar se devo desistir ou lutar, com as lágrimas a escorrerem-me, aconchegando a cabeça na almofada penso que não quero continuar assim, nem continuar com este dilema.Preciso de ti ? sim como sempre precisei, e agora talvez mais do que nunca, sinto a tua falta? Sim sinto e não é pouca.
 Saudades de aquilo que era só nosso e que mais ninguem o tinha, a nossa cumplicidade.Aquele dia, em que desapareceste, foi o dia em que eu percebi que a minha vida não seria mais a mesma, é como nos sonhos, só nos damos conta deles quando acordamos e vemos que já acabou.Os dias passam, e as perguntas aumentam, mas a certeza permanece, gosto de ti. Aconteça o que acontecer, eu prometo que não me esquecerei de ti .
-  Siim (era) é tudo muito bonito mas a verdade é que foste , e eu já não quero mais que voltes . Não tenho certeza do que vai acontecer de hoje em diante, mas não pensarei mais no depois , vou apenas viver o  hoje..



[18-06-10]  «Este é dedicado a ti Jéssica Canhita *.* obrigada pela amiga que és , e vê se tiras algumas conclusões do texto, não fiques parada no tempo , acredita que quem perde não és tu , força amor , a vida ? essa continua. (sempre em frente) »

1 comentário:

  1. oh, nao é nada de mais, nao escrevo nada de mais. já tu :o

    adoro a musica tambem :)

    ResponderEliminar


Dont cry because i've gone, smile cuz i was here.